Erro no banco de dados You have an error in your SQL syntax; check the manual that corresponds to your MySQL server version for the right syntax to use near 'WHERE alias = 'sao-norberto-24042020-142358'' at line 1SELECT id, tela_id FROM WHERE alias = 'sao-norberto-24042020-142358'
Diocese de Patos de Minas
Terça-feira, 07 de Julho de 2020
1ª Leitura (Os 8,4-7.11-13)
Salmo (Sl 113B)
Evangelho (Mt 9,32-38)
Acesse as leituras...
Santo do dia: Santo Adriano

Adriano nasceu em 635, no norte da África. Foi batizado e recebeu o nome de Hadrian. Quando tinha 5 anos de idade, sua família precisou imigrar, fugindo da invasão árabe. Eles se estabeleceram em Nápolis, na Itália. Adriano estudou no convento dos beneditinos, de Nerida. Lá ele foi consagrado sacerdote.

Adriano estudou a Sagrada Escritura, latim e grego. Tornou-se professor de teologia e ciências humanas. Seu conhecimento e competência chegou ao Papa Vitalino, que prontamente o convocou para ser um de seus conselheiros.

Com a morte do bispo da Cantuária, na Inglaterra, o Papa convida Adriano para sucedê-lo, mas ele alega não estar preparado para o cargo. O papa, então, pede para ele indicar alguém. Adriano indica seu amigo, o monge beneditino e teólogo grego, Teodoro de Tarso, que diz aceitar o cargo se Adriano lhe ajudar na evangelização. Adriano aceita. O papa consagra Teodoro, bispo da Cantuária, e nomeia Adriano como seu conselheiro e assistente, em 668.

Durante a viagem para a Inglaterra, Adriano é detido na França, suspeito de estar em missão secreta para o imperador Constantino II. Ele nega, mas só é solto um ano depois, quando os franceses atestam sua integridade sacerdotal.

Adriano e Teodoro evangelizaram eficientemente os ingleses, de maioria pagã. O bispo Teodoro nomeia Adriano abade do convento beneditino de São Pedro, chamado depois de Santo Agostinho, na Cantuária. Esta escola torna-se um grande centro de formação de padres.

Adriano viveu na Inglaterra por 39 anos, dedicados a servir a Igreja. Os ingleses o viam como um pastor sábio e piedoso, como um missionário, um instrumento de Deus. Muitos se converteram por causa de seu exemplo de vida evangélica.

Santo Adriano morreu em 9 de janeiro de 710, na Inglaterra, e foi enterrado no cemitério do convento. Em 1091, encontraram seu corpo incorrupto e o trasladaram para uma cripta da igreja do convento. Ele foi canonizado pela Igreja, que o festeja no dia de sua morte.

Continue lendo...
Calendário Diocesano
Receba as notícias e artigos da Diocese de Patos de Minas. Cadastre seu e-mail...
Contato